Carregando

O desafio mais assustador na terceirização da prospecção!

Não raro recebermos ligações, dos mais variados tipos de serviços, telefonias, TV a cabo ou alguém pedindo doação para uma ONG.

E provavelmente o dia a dia de qualquer cliente em potencial é parecido, diversos outros SDR’s devem o procurar, afim de mostrar uma solução. Sendo assim a grande questão é: Como se diferenciar? É um desafio enfrentado todos os dias.

Esse pensamento é recorrente na cabeça do nosso time de pré-venda. Quando percebemos, ouvindo as nossas ligações, estamos robóticos na nossa expressão. Não é nada agradável de se ouvir, gerando uma certa desconexão com o lead.

Pensando em como reverter esta situação, de que a ESPONTANEIDADE deve pautar os próximos contatos, vem a segunda indagação:

Como ser espontâneo?

Fazendo um paralelo com o mercado financeiro, um TRADER se arrisca ao investir ou vender uma ação em determinada situação. No caso do SDR, nos seus contatos, ele deve usar o seu FEELING, como um TRADER de VENDAS. Para se arriscar sendo mais gentil com o lead ou mais direto se for o caso, nunca seguindo um padrão monótono (claro que não deve se deixar de considerar o processo e suas nuances ou seja pré requisitos para o agendamento/qualificação).

Dessa forma a conexão será mais efetiva e irá extrair o posicionamento real do lead sobre a necessidade levantada, pois ele sente e acredita que o SDR é gente como ele, e está de fato a fim de ajudá-lo em sua dor.

Por fim, essa perspectiva é apenas uma das milhares que você pode encorpar nessa ideia, de ser um TRADER de VENDAS na prospecção, pois, com a atitude correta, somada ao conhecimento os desafios passam de ASSUSTADORES, para ESTIMULANTES. E o seu maior desafio se torna sua força!

Quer saber mais sobre terceirização de prospecção? É só nos procurar

Felipe Brizola

SDR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Olá,
podemos te ajudar?
Powered by